O que é o mármore?

Normalmente encontrado em regiões de atividade vulcânica, o mármore é uma rocha metamórfica, gerada em altas pressões e temperaturas a partir de processos físicos e químicos. O resultado é uma pedra homogênea com veios que, depois de tratada, pode apresentar texturas e formatos variados. A cor da rocha é proveniente de minérios, como a mica e o feldspato, apresentando tons esverdeados, pretos, róseos, brancos ou creme.

Como tudo começou?

O uso de rochas ornamentais como o granito, o limestone e o próprio mármore começou no período neolítico, principalmente em estátuas, túmulos e monumentos. Apesar de ter sido utilizado primeiramente pelos egípcios, foi na civilização grega que o mármore conquistou parte da fama que tem hoje. Alguns edifícios com o material, como o Partenon e os templos de Atenas e de Zeus Olímpico, foram construídos ainda no século V a.C. No início da Idade Média, ele conseguiu espaço também no interior de residências e nas obras e esculturas renascentistas do século XV. A partir daí, conquistou a Europa e o resto do mundo.

Aplicações na decoração

Antigamente, a pedra tinha destaque em banheiros e salas, aparecendo também em pisos e escadas. O custo elevado e sensibilidade à umidade dificultavam sua aplicação em ambientes externos e cozinhas, por exemplo. Apesar de resistente e durável, o mármore precisa de cuidados. A rocha pode ser desgastada por riscos, pancadas ou materiais abrasivos. O uso do mármore em áreas externas é pouco indicado também em função dos danos que podem ser causados pela movimentação intensa e por fatores climáticos (chuva e poluição) que desgastam e alteram as características próprias do material. Nesse quesito, o uso de revestimentos que reproduzem o material pode se mostrar mais vantajoso. Geralmente, a pedra é aplicada em ambientes com traços mais clássicos e minimalistas, uma vez que garante características mais sofisticadas, com uma pegada discreta e, ao mesmo tempo, marcante. O mármore Carrara era a primeira opção de muitos arquitetos por seu visual mais clean, caracterizado pelo fundo branco com veios acinzentados. Mas, hoje, ele está perdendo espaço para variedades mais coloridas, que apresentam cores como creme, marrom e cinza. A estética do mármore assegura o ar nobre da decoração, por isso conheça abaixo seis dicas para aplicá-lo e trazer requinte e sofisticação ao seu projeto!